Corações & Mentes

"Se eu quiser proteger meus pés dos espinhos, onde encontrar couro suficiente para cobrir toda o planeta? Mas se eu apenas usar couro sob meus pés é como se toda a Terra estivesse coberta" – Shatideva

Equilíbrio Emocional – Uma Chave para o Sucesso

success

Nosso mundo emocional permeia toda a nossa vida. Emoções colorem nosso dias e são fonte de inspiração e criatividade. Como você acha que fica sua motivação e clareza mental em uma situação de estresse e sobrecarga emocional?

A vida é cheia de altos e baixos. Uma hora nos sentimos no topo do mundo e no momento seguinte somos tomados por medo e ansiedade. Todos já passamos por isso. O que nos diferencia é a forma como respondemos a essas situações e como lidamos com nossas emoções. É isso que determinará nosso sucesso no longo prazo.  Seja em nossos relacionamentos ou carreira.

Não é fácil mantermos o equilíbrio emocional quando nossa família, casamento ou trabalho, estão em jogo. Porém, é justamente essa capacidade de mantermos a energia e a clareza mental em situações de estresse que é a chave para a resiliência, para construirmos relacionamentos duradouros e para alcançarmos nossas metas. Mas como lidar com estados emocionais de uma maneira construtiva?

A MENTE EM EQUILÍBRIO

Entender como nosso corpo e mente funcionam em uma situação de forte carga emocional é a chave para respondermos construtivamente à situações que nos deixam emocionalmente vulneráveis.

Emoções são respostas automáticas, precisamos estar atentos para conseguimos usar de razão e bom senso a fim de gerenciarmos nossas reações mentais e corporais. Ou seja, precisamos manter o controle, no bom sentido!  Quando estamos nervosos ou com raiva, se tem uma coisa sobre a qual podemos ter controle é a forma como reagimos. Aliás, reação é uma resposta automática, então é melhor pensarmos em “responder”. Podemos aprender a escolher como responder às situações de estresse emocional, ao invés de simplesmente reagir.

MANTENDO O EQUILÍBRIO EMOCIONAL

A principal habilidade que precisamos cultivar para evitar que nossas emoções nos dominem é criar espaço interno. Isso significa adquirir a habilidade de observar sem julgamentos, tanto o espaço externo quanto o espaço interno, o espaço mental. A irritação, por exemplo, é uma forma amenizada de raiva. Ela surge quando nossas expectativas não são atendidas, e nosso estado emocional é um indicador disso. Se alguém nos corta no trânsito, imediatamente pensamos: “Não acredito que essa pessoa fez isso! Que idiota! Devia ter um guarda aqui para multá-la! Eu não suporto gente que faz isso!”  É claro que nos irritamos, mas se tem uma coisa que a irritação não vai fazer é resolver a situação. Se conseguirmos perceber que só estamos tendo uma reação emocional, ou seja, que nosso corpo apenas nos mandou um aviso de que algo se interpôs inesperadamente em nosso caminho, podemos lembrar que o “sujeitinho” pode realmente estar com pressa e pode realmente haver uma emergência. Também podemos lembrar que provavelmente já fechamos alguém antes, talvez por pura distração. Se a emoção continuar, podemos inspirar, contrair todo o corpo e então expirar relaxando todos os músculos. Esse é o nosso sinal, para o corpo, de que está tudo bem.

MANTENDO UMA MENTE ABERTA

Ter uma mente aberta, atenta e flexível é a base do equilíbrio emocional. Cada situação de nossa vida é repleta de incertezas, nossa capacidade de perceber as limitações de nosso controle é o que nos dará liberdade e paz de espírito. Essa luta mental que tenta conformar o mundo externo às nossas expectativas só nos deixa estressados e preocupados.  Precisamos aprender a reconhecer as estruturas sempre mutantes do mundo compartilhado e procurar ganhar mais habilidade em lidar com o mundo individual interno. Impermanência significa que tudo muda o tempo todo, que somos muito mais do que a forma como nos sentimos no momento. Emoções são apenas sinais de que devemos mudar nosso comportamento ou forma de pensar.

Ao invés de transformarmos nossas emoções em uma fonte de estresse, podemos aprender a usá-las como uma fonte de autoconhecimento e crescimento pessoal, como um aliado e não como um algoz. Ao aprendermos a gerenciar nossas emoções aprenderemos a nos comunicar melhor, a ter motivações mais elevadas e a influenciar positivamente os outros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 30 de outubro de 2016 por em Equilíbrio Emocional.
outubro 2016
D S T Q Q S S
« jun   nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

%d blogueiros gostam disto: